Nunca é tarde para estudar!

“Resolvi cuidar de mim, investir no meu futuro, na minha carreira e no meu conhecimento”. O que parece ser o discurso de uma jovem de 18 anos que acabou de sair do ensino médio e entrou na faculdade, na verdade é da dona de casa Berenilda Soares Rodrigues, 31, que pretende conciliar os afazeres domésticos com a retomada dos estudos e se formar como pedagoga no Curso de Licenciatura da UEG no município de Planaltina Goiás.

“Quando o assunto é conhecimento, o tempo e a própria idade não interferem. É preciso ter força de vontade e determinação para alcançar o seu objetivo”, aconselha Berenilda aos mais jovens e aos mais experientes também.

Berenilda têm dois filhos. Segundo ela, depois que o processo de amadurecimento desabrocha no ser humano, as coisas mais importantes, como os estudos, por exemplo, ganham mais valor e se tornam prioridade. “Eu sinto a minha mente muito mais jovem agora por isso vou voltar a estudar. Nunca é tarde demais para fazer o que se gosta, não é?”, reflete.

A mesma decisão tomada por Berenilda foi seguida pelo marido, Walkleber Nogueira de Souza, 35, que pretende se arriscar em nome da realização profissional. “Aprendi que nunca é tarde para tentar e só existem obstáculos se nós os fortalecermos. Sei que ainda tenho uma trajetória pela frente e que vai ser difícil, mas hoje sei que sou capaz”.

Para a coordenadora da UEG em Planaltina, professora Tatiane Melo pessoas da faixa entre 30 e 60 anos, enfrentaram alguns preconceitos por se tornarem universitários. Mas isso não está impedindo que essas pessoas se inscrevam e encarem os obstáculos. Hoje misturam-se em sala os alunos que acabaram de concluir o ensino médio, profissionais que já fizeram outras graduações e ainda procuram se encontrar em uma profissão, além, é claro, dos estudantes mais experientes, que não puderam prosseguir seus estudos na idade desejada devido a situações adversas”, explica Tatiane.

“Estamos buscando indivíduos que primeiro estruturaram suas vidas, constituíram família, criaram os filhos e, nesta etapa da vida, tiveram a oportunidade de encontrar um tempo para eles e para se reencontrar também com seus sonhos em busca de uma formação no nível superior”, conclui a professora, que tem orgulho de ver mães, filhas e maridos se inscrevendo para fazer o mesmo curso, na mesma sala de aula. A coordenadora lembra ainda que as inscrições para o curso de pedagogia vão até o dia 10 deste mês e podem ser realizada pelo site WWW.nucleodeselecao.ueg.br.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.